como se organizar no dia a dia

Como se organizar no dia a dia? Confira 6 dicas

É difícil encontrar alguém que não viva uma rotina corrida nos dias de hoje. São tantas coisas para fazer que, muitas vezes, o tempo parece pouco. Se você tem essa sensação, temos algumas dicas de como se organizar no dia a dia. Afinal, esse é um passo inicial para conciliar melhor as demandas — sem comprometer a qualidade de vida.

A ideia de garantir mais produtividade não pode comprometer aspectos como saúde, lazer e relações interpessoais. Na verdade, permitir que essas áreas sejam invadidas é contraprodutivo. Mas sabemos que encontrar equilíbrio é um desafio enorme, e estamos aqui para ajudar. Confira 6 dicas a seguir!

1. Tudo tem sua hora

A missão de organizar algo parte da ideia de arrumar o sistema para atingir certos resultados. Por exemplo: você pode melhorar a disposição das roupas no armário para facilitar a visualização das opções de vestuário. E, provavelmente, planeja os compromissos ao longo do dia para cumprir com todos.

Algumas consequências de deixar as coisas desorganizadas, principalmente em relação à definição de prioridades, dias e horários, são:

  • perda de tempo;
  • abandono de tarefas;
  • desempenho prejudicado em múltiplas áreas;
  • sensação constante de cansaço ou sobrecarga.

Não adianta querer estar em dois lugares ao mesmo tempo, certo? Também não ajuda em nada querer resolver coisas que não dependem de você. Quem sabe como se organizar no dia a dia entende que tudo tem a sua hora.

Você tem o poder de melhorar sua gestão de tempo e ter um planejamento. Além de, claro, buscar segui-lo. Vale a pena olhar com calma para a sua rotina e criar um plano para torná-la mais eficiente, com um cronograma para organizar o dia a dia.

Pense em um médico: em geral, ele segue uma agenda para atender uma pessoa por vez. Então, trate suas tarefas como pacientes e coloque-as na agenda para se dedicar inteiramente a elas no momento certo.

Vale lembrar que os momentos de ócio e de lazer também são fundamentais, bem como o tempo de qualidade com quem você ama. Esses aspectos ajudam o corpo e a mente a estar bem para desempenhar diversas atividades e contribuem para o bem-estar. Equilibrar estudos e descanso, por exemplo, é fundamental para absorver o que você aprende. Então, inclua tudo isso nesse planejamento.

2. Seus objetivos são importantes

Não se perder de vista é fundamental em todo esse processo. A sensação de ser praticamente engolido pela rotina pode trazer uma frustração enorme. Como se os dias estivessem apenas se passando, sem que você esteja realmente correndo atrás do que busca e aproveitando a vida.

Pense em suas motivações e onde você quer chegar. Você vai se organizar melhor no dia a dia para quê? Quem concilia trabalho e estudo, por exemplo, provavelmente está focado em construir um futuro melhor e conquistar melhores oportunidades. Em algum momento, focar nos estudos vai ter que ser a prioridade número um dessa pessoa.

Então, reflita sobre seus desejos pessoais e profissionais para definir objetivos a curto, médio e longo prazo. Talvez você não consiga o que deseja em tão pouco tempo, mas considere que está subindo uma escada: foque em subir um degrau de cada vez e, aos poucos, estará mais perto do topo.

3. Você merece recompensas por metas atingidas

Comemorar as pequenas vitórias também é importante! Não só pelo seu esforço em se dedicar para atingir cada meta, mas pela motivação que isso trará para alcançar mais. Fugir da rotina de vez em quando faz bem, principalmente quando você entende exatamente como se organizar no dia a dia e consegue ter tempo livre.

Pense em prêmios que mexam com a motivação e garantam a sensação de recompensa, para cada pequena meta atingida. Por exemplo, o que você mais gosta de fazer?

Vale destacar que as recompensas não precisam estar relacionadas a dinheiro, principalmente se isso puder comprometer suas finanças. Às vezes, é suficiente brincar com um animal de estimação ou tocar um instrumento musical, se você tiver esse hobby.

4. É importante saber o momento de dizer não

Esse é um problema enfrentado por muita gente. Inclusive por pessoas que ainda nem identificaram a dificuldade em dizer não. Nosso tempo é limitado. E isso implica em tomar decisões, como definir prioridades e abdicar de algumas coisas.

O equilíbrio é um dos maiores segredos de como se organizar melhor no dia a dia. Para manter o foco, é necessário lidar com privações diariamente: temos que dizer não para pessoas, oportunidades que aparecem e, principalmente, pequenas tentações do dia a dia. E está tudo bem.

Dizer não para algumas coisas é dizer sim para prioridades. Então, pode ficar em paz com isso! Isso se aplica até mesmo a dizer não para demandas de trabalho quando você está com sua família. Afinal, esse é um momento fundamental para uma rotina mais leve e para uma consciência mais tranquila na hora de se dedicar exclusivamente ao trabalho.

5. A tecnologia pode estar a favor da produtividade

Sim, essa pode ser uma grande vilã da produtividade. Por exemplo, que você tenta estudar sozinho e chega aquela notificação tentadora, a concentração pode acabar imediatamente.

Por outro lado, a mesma tecnologia pode ser colocada a serviço das suas demandas e decisões. Depende de você estabelecer os limites e fazer boas escolhas, usando todas as facilidades que as ferramentas disponíveis oferecem.

Retomando o exemplo dos estudos, há muitos recursos que ajudam. Eles vão desde aplicativos para criar um cronograma de tarefas até aqueles que bloqueiam notificações que podem atrapalhar seu rendimento. Com sabedoria, a tecnologia vai otimizar a sua produtividade.

6. Mudar de rota pode ser saudável

Sem saúde e bem-estar, é quase impossível manter uma rotina produtiva. Isso acaba por se tornar desgastante demais, e uma hora a conta pode chegar.

Para evitar que complicações, lembre-se da importância de manter o equilíbrio. Isto é, saiba quais são as suas responsabilidades, organize o tempo e inclua nas suas prioridades o compromisso de cuidar de si e de quem é importante para você.

Sem dúvida, existem alguns períodos mais críticos que demandam mais dedicação a algo específico. Mas eles devem ser exceções, e não a regra. Conviver com o estresse e a ansiedade constantemente não deve ser uma opção.

Pequenas mudanças de autocuidado são capazes de produzir ótimos resultados. Alguns exemplos de hábitos saudáveis que fazem total diferença são:

  • beber bastante água;
  • programar pausas ao longo do dia;
  • dormir bem e por tempo suficiente;
  • praticar atividade física regular.

Aprender como se organizar no dia a dia tem muito de experiência, bem como de tentativa e erro. Mas seguir dicas como as deste post certamente vai encurtar o caminho. Além disso, a vontade de gerenciar melhor o próprio tempo é um excelente ponto de partida. Então, siga em frente e descubra o que funciona (ou não) para tornar sua rotina cada vez mais equilibrada, saudável e produtiva!

Se você é estudante, temos um conteúdo perfeito para complementar o que acabou de ler. Descubra já como criar uma rotina de estudos de sucesso!

Compartilhe!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.