arquitetura paisagista

O que é arquitetura paisagista e como atuar na área?

A carreira de arquitetura paisagista oferece uma série de oportunidades para quem gosta de exercer criatividade e criar ambientes que sejam o cenário da vida de muitas pessoas. A especialização foca em trazer beleza, praticidade e bem-estar para clientes individuais e empresariais.

Se você está pensando em iniciar a carreira na área, que tal conhecer mais sobre o Paisagismo e o que ele oferece como profissão? Leia a seguir nosso artigo completo sobre o assunto!

O que é arquitetura paisagista?

A arquitetura paisagista, ou Paisagismo, é uma área da Arquitetura que foca no desenvolvimento de espaços externos que integrem construção e natureza. Ela é a responsável por modelar áreas verdes para favorecer elementos naturais, principalmente em ambientes urbanos.

O nome da especialização vem de seu objetivo fundamental: criar paisagens que encantem pessoas, favoreçam o meio ambiente e permitam, quando possível, a interação harmoniosa entre eles.

O Paisagismo pode ser feito de maneira independente ou atrelada a projetos de arquitetura, como construções e infraestrutura.

É uma profissão que conecta o urbano e o natural, sendo perfeita para quem gosta de usar a criatividade para fazer um mundo melhor.

Qual é a diferença entre arquiteto e paisagista?

Não é raro quem está pensando em iniciar carreira na área fazer confusão entre os termos, mas é bem fácil distinguir.

Então, vamos lá: a arquitetura paisagista é uma especialização dentro da disciplina de Arquitetura e Urbanismo, cuja formação é concluída como Bacharelado.

Quem quer se formar como paisagista pode aprender e aprimorar suas técnicas já na Graduação, saindo com a capacitação necessária para ingressar no mercado de trabalho.

Mas, para quem quer se diferenciar ainda mais, existem também cursos de Pós-Graduação em Paisagismo, que aprofundam ainda mais seus conhecimentos na área em questões teóricas e práticas.

Ou seja: todo paisagista é arquiteto, mas nem todo arquiteto é paisagista. É uma questão apenas do foco que você dá em sua carreira e nos projetos que vai produzir no futuro.

Como funciona a arquitetura paisagista?

O funcionamento básico da arquitetura paisagista segue a mesma lógica de qualquer projeto arquitetônico. Seu objetivo é criar ambientes que, ao mesmo tempo, imprimam sua identidade profissional e se alinhem com os desejos do cliente.

A diferença é apenas de escopo. O arquiteto que mais conhecemos, aquele que projeta ambientes e construções, pensa muito sobre aproveitamento de espaços, ergonomia, estética e uso prático. Ou seja, o foco é todo nos humanos.

Já o Paisagismo tem uma visão muito mais centrada na integração e equilíbrio entre humano e natureza. É a harmonia entre eles que cria o ambiente perfeito.

Sendo assim, um projeto de arquitetura paisagista leva em conta não apenas o aproveitamento do espaço em si, mas também:

  • o tipo de flora a ser plantada e sua disposição;
  • processos de plantio e jardinagem;
  • fluxo humano no espaço (ou a limitação dele);
  • integração de espécies com o bioma ao redor;
  • influência ambiental das espécies para a fauna e os seres humanos que interagem com o local etc.

Podemos dizer que a arquitetura paisagista é funcional e estética. É atribuição do profissional criar paisagens que sejam agradáveis aos sentidos, que reflitam gostos e estilos dos clientes e que também tenham um impacto positivo na harmonia natural do ambiente.

Onde trabalha o profissional?

A profissão de paisagista é uma carreira dinâmica em técnicas e tecnologias, que apresenta variedade nas possibilidades de trabalho. Veja exemplos de projetos que você pode participar ou até liderar.

Projetos de casas e empresas

Jardins, quintais, áreas coletivas, pátios: edificações de moradia e empresariais sempre buscaram a aplicação de elementos naturais para embelezar e dar mais qualidade de vida à quem convive naquele ambiente.

Quem quer trabalhar em estúdios ou diretamente com o cliente vai pegar muito esse tipo de projeto, principalmente se considerarmos o período pós-pandemia, que fez as pessoas se preocuparem mais com áreas externas e contato com a natureza.

Neste tipo de trabalho, sua função é adequar os gostos e o estilo de clientes com o espaço disponível, levando em conta os benefícios possíveis em bem-estar e saúde.

Integração entre natureza e áreas construídas

Muitos arquitetos paisagistas trabalham na adaptação de ambientes já existentes. É o caso de prédios, casas e escritórios em que os clientes desejam uma integração maior com a natureza.

Neste caso, o trabalho é mais limitado e técnico, já que você tem que se adaptar à planta e não o contrário. Mas é um desafio que muitos profissionais gostam de atacar.

Recuperação de áreas degradadas

Por uso inadequado ou abandono, é muito comum que áreas verdes e externas estejam em um estado considerável de degradação, tanto particulares quanto públicas.

O paisagista especializado em recuperação é como um restaurador: busca as características originais do ambiente, mas colocando seu estilo moderno na mistura.

Também é uma área em que a preocupação com o meio ambiente é ainda maior. O projeto precisa estudar características originais de fauna e flora para retomar suas qualidades.

Criação de parques e praças

Parques e praças são setores específicos dentro do Paisagismo por demandarem um ponto particular: a circulação livre e em grande quantidade de pessoas.

Portanto, quem é paisagista de áreas verdes públicas precisa se atentar ainda mais para a interação entre humanos e natureza e as dinâmicas que envolvem essa mistura.

Além de seguro e eficiente, o paisagismo de parques e praças deve zelar pela proteção da fauna e flora, tudo isso sem tirar o encanto para os visitantes.

Gestão de plano diretor

Se você já está planejando sua carreira em arquitetura paisagista, deve estar se pensando: até onde posso ir na profissão?

Dentro do Paisagismo, profissionais experientes e competentes tornam-se gestores de projetos maiores, incluindo planos diretores.

Plano diretor é o projeto de infraestrutura de uma área, como uma cidade, um bairro, um loteamento ou um condomínio. É onde se define como a natureza será incluída na urbanização para a integração perfeita entre eles.

Quem atinge esse posto trabalha em empresas de destaque ou conquista grandes clientes por conta própria, incluindo órgãos públicos.

Como atuar na área?

Como você pôde ver, são inúmeras as possibilidades para quem quer atuar na área de Paisagismo. Para começar, existem dois caminhos mais comuns.

O primeiro deles é ingressar em estúdios de arquitetura e ganhar experiência com projetos próprios até subir de posição ou buscar outras oportunidades.

Em segundo, você também pode fazer a própria carreira, abrindo uma empresa e atendendo clientes diretamente.

Seja qual for o seu perfil profissional, todos os caminhos começam na Graduação. Um diploma de Arquitetura e Urbanismo é obrigatório para quem quer prestar serviço na área.

Se você é uma pessoa criativa, que gosta de transformar o mundo com estética, praticidade e bem-estar, a arquitetura paisagista é um caminho incrível a seguir.

E é hora de dar o primeiro passo! Conheça o curso de Arquitetura e Urbanismo da Anhembi Morumbi!

Compartilhe!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.