aprender a programar

Quer aprender a programar? Veja por onde começar

Quer aprender a programar? A boa notícia é que existem várias formas de desenvolver essa habilidade, seja por conta própria ou em um curso. No entanto, independentemente da estratégia que você escolher, saiba que vai ser necessário muito empenho.

A programação permite criar sistemas e aplicativos que simplificam diversas atividades de praticamente todos os setores da sociedade. Por exemplo, para realizar um cálculo complexo e com grandes chances de erro quando feito à mão, bastam apenas algumas linhas de um código bem construídas.

É por esse motivo que cada vez mais pessoas estão querendo aprender a programar. Você é uma delas? Então, acompanhe este post e veja ótimas dicas!

Por que aprender a programar?

Saber programar pode abrir muitas portas para a carreira. Além do potencial de facilitar várias atividades do dia a dia, esse é um tipo de habilidade muito procurada no mercado de trabalho. Portanto, dominar técnicas e conhecer linguagens de programação ajuda também a encontrar ótimas oportunidades de emprego.

Sem falar que o processo de aprendizagem na programação também estimula várias capacidades que ajudam muito no desenvolvimento pessoal e profissional. Por exemplo, conforme você aprende a utilizar uma linguagem, é possível notar mais facilidade em pensar em estratégias para resolver problemas.

Outra qualidade que a programação incentiva é o raciocínio lógico e a paciência, que contribuem também para o aumento da inteligência emocional, criatividade e proatividade.

Quais as características do mercado de programação?

O mercado de trabalho na área da Tecnologia é um dos que mais apresenta crescimento. Afinal, inovações digitais estão cada vez mais presentes no dia a dia da sociedade, nas mais variadas atividades e setores.

Não é à toa que esse segmento está repleto de profissões do futuro, tendo em vista que a programação pode ser utilizada na automatização de processos, tomada de decisões, criação de projetos, entre várias outras finalidades.

Por esse motivo, o que se pode esperar do mercado de programação é uma alta empregabilidade, além de boas remunerações. No entanto, é preciso considerar também que, por conta das vantagens de carreira nesse ramo, existe uma alta competitividade pelas vagas atrativas.

Desse modo, se você tem interesse em construir uma trajetória profissional de sucesso no campo da programação, é importante apresentar diferenciais. Quaisquer conhecimentos e habilidades extras são fundamentais para se destacar entre os demais candidatos e conquistar uma boa oportunidade.

Como aprender a programar?

Gostou da ideia de seguir na área da programação ou de, apenas, aprender a programar? Então, veja como você pode dar os primeiros passos!

Escolher uma linguagem

Escolher a linguagem que você quer estudar de início é uma tarefa fundamental. Isso porque algumas delas são mais complicadas para quem está aprendendo a lógica de programação, e pode gerar um trabalho a mais no começo.

Uma dica é optar pelas menos complexas, como o JavaScript, que não exige nenhuma instalação de programas para rodar os códigos. Depois, conforme você entende a lógica por trás da construção dos algoritmos, vale a pena se aventurar com Python, Java, C, C++, entre outras.

Realizar exercícios

Pense que aprender a programar é como conhecer um novo idioma. O processo de cognição é bem parecido, tendo em vista que você está lidando com uma nova linguagem. E qual a melhor forma de dominar uma língua estrangeira, por exemplo? Treinando.

Quanto mais você tiver contato com essa nova linguagem, mais natural ela vai se tornar. Por esse motivo, é fundamental realizar muitos exercícios até ter facilidade na construção de códigos simples.

Criar uma rotina de estudos

Lembra que falamos da necessidade de empenho? É por isso que ter uma rotina de estudos vai ajudar você a aprender a programar com mais qualidade e rapidez. Assim, é possível dar um passo por vez, conhecendo cada etapa para dominar as técnicas e, com isso, ter um progresso satisfatório.

Fazer cursos mais complexos

Depois de entender o básico da lógica de programação — como as estruturas condicionais e de repetição — e de se familiarizar com uma linguagem, é possível continuar o aprendizado com tarefas mais complexas.

Lembre-se de que, independentemente de quanto tempo você programe, sempre haverá novas técnicas para aprender. Sendo assim, experimente fazer cursos que ajudam a conhecer outras finalidades da programação, construir projetos mais inovadores e desenvolver cada vez mais habilidades essenciais.

Como o curso superior contribui para uma carreira de sucesso?

Quer aprender a programar com ótimas técnicas e conhecer a fundo esse ramo? Então, vale a pena apostar em um curso superior. Por mais que seja possível estudar uma linguagem por conta própria, fazer uma faculdade vai oferecer a você uma experiência mais profunda e ajudar com competências mais complexas.

Assim, além de saber como programar, você terá conhecimentos técnicos e teóricos fundamentais para entender como utilizar essa habilidade de forma eficaz. E, como visto, qualquer diferencial é importante para ter uma carreira de sucesso no segmento da Tecnologia.

A boa notícia é que você pode cursar graduações nas mais variadas modalidades, como o EAD, tendo a liberdade de aprender da forma que mais funciona com você. Nesse caso, é possível desfrutar de mais flexibilidade, praticidade e conforto na hora de estudar. Afinal, você pode acessar os conteúdos de qualquer lugar e a qualquer momento.

Qual curso fazer para ser programador?

Outro ponto positivo é a variedade de cursos disponíveis para aprender programação. É possível optar por um bacharelado, que aborda os mais variados assuntos sobre uma determinada profissão, dando a você uma formação bem mais abrangente.

Também há a possibilidade de fazer um tecnólogo. Nesse caso, a duração da graduação é menor, variando entre 2 e 3 anos. A proposta do curso é ensinar aos alunos as melhores técnicas para entrar rapidamente no mercado de trabalho e se destacar.

Ambos os tipos de graduação têm suas vantagens e são de ótima qualidade para construir uma carreira sendo programador. Então, que tal ver algumas opções de curso superior para alcançar esse objetivo?

Entre as principais alternativas, é possível citar os seguintes cursos:

  • Ciência da Computação — um dos bacharelados mais procurados para quem deseja seguir na área, principalmente com interesse em pesquisa acadêmica;
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas — com esse tecnólogo, você aprende a desenvolver diferentes tipos de softwares, utilizando várias linguagens de programação; 
  • Sistemas para Internet — para desenvolver páginas para web, aplicativos e programas que são utilizados online, também é necessário conhecimentos em programação, e é isso o que esse tecnólogo proporciona; 
  • Big Data e Inteligência Analítica — este curso tem como objetivo abordar essas tendências da área da Tecnologia, com o uso de técnicas avançadas para o tratamento de grandes volumes de dados;
  • Redes de Computadores — nesse tecnólogo, é possível não somente aprender a programar, como utilizar esses conhecimentos para a construção de redes integradas e seguras.

Agora que você já sabe como aprender a programar, aposte na educação para construir uma carreira de sucesso. Lembre-se de que a escolha da instituição de ensino também é fundamental para receber uma boa preparação e se destacar no mercado de trabalho.

Que tal começar a se preparar para um bom crescimento profissional? Conte com a Anhembi Morumbi nessa missão! Aproveite a visita e conheça os nossos cursos da área da Tecnologia!

Compartilhe!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Receba conteúdos exclusivos diretamente no seu e-mail!

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.